24 de janeiro de 2013

Aluísio Ferreira da Silva - Brasilia



História do futebol Custodiense

Brasília foi e ainda é lembrado pelos que o viram jogar, o craque brilhou no futebol por onde passou, deixando sempre sua marca, às vezes positiva com muitos gols, às vezes negativa pela Indisciplina. Jogou por vários times em nossa região, era craque de bola e de muita polêmica. Considerado por muitos, como melhor jogador de Custódia nos anos 70/80 e 90, época em que o futebol na cidade era levado a sério.

O atleta chegou a jogar no futebol candango nos anos 70 pelo time do CEUB. O CEUB (Centro de Ensino Unificado de Brasília) foi um clube intermediário do Distrito Federal e do futebol brasileiro. Encerrou as atividades de futebol em 1976. Sua sede ficava no Distrito Federal.

Em sua época, foi um tempo do futebol arte, em que até os atletas amadores e profissionais jogavam por amor a camisa, jamais vai ser esquecido.

Nos anos 70, Brasília jogou em vários times de nossa cidade. Nesse período nosso futebol tinha grandes jogadores, como os irmãos Eli e Elione e o atacante Luciano. Na década de 80, o destaque era o jovem Franciélio, mais conhecido como “Esquerdinha”. A década seguinte apareceu craques como Valmir, conhecido por “Ziquinho” e o meio de campo Marcio Gleik. Atualmente o melhor jogador do município é famoso “Casinha”.

Surgiram grandes nomes do futebol antigo até o futebol atual, mais nunca mais surgiu um jogador técnico e com muita classe dentro de campo como Brasília, ele era um jogador completo apesar de ser polêmico. Teve passagem por vários times de Arcoverde, foi o maior destaque do time do Atlético Arcoverdense nos anos 80.

O craque de Custódia sabia tratar bem a bola, ele era um jogador perfeito, se fosse à época de hoje com certeza estaria em um grande time do futebol Brasileiro. Brasília tinha futebol para jogar em qualquer time profissional do Brasil ou do mundo. Naquela época, quem era de cidade pequena, era difícil ser visto. Hoje a tecnologia está muito avançada principalmente no futebol a onde se contrata jogador até através de DVD.

Aluisio Ferreira da Silva (Brasília), faleceu dia 18 de Junho de 1994, na cidade de Petrolina-PE, tinha 47 anos de idade. A última vez que esteve em Custódia foi em 1993, quando estava sendo realizado o campeonato Custodiense daquele ano. Jogou ainda uma partida de futebol, já com 46 anos, ainda sabia jogar muito.

Participou ainda de um jogo do Teimosão X Botafogo da redenção. O Teimosão era um famoso time composto por jogadores já fora forma e da faixa de idade. Na época o time da redenção venceu o conhecido time da elite Custodiense, pelo placar de 1 X 0, gol de Marcio Gleik. Parecia uma despedida. Assim que terminou o jogo Brasília deu a chuteira ao destaque do jogo, o goleiro Muskito, deu um dos meões a Márcio Gleik e o outro a Romério também jogador do Botafogo.

O maior jogador de Custódia em todos os tempos morreu assassinado, enquanto trabalhava como motorista da empresa de ônibus Transnova, na cidade de Petrolina, cidade onde residia e trabalhava até seus últimos dias de vida. Deixou quatro filhos.

Fica a saudade daquele que deu alegria a muitos desportistas de Custódia, quem viu jogar sabe disso e nunca esquecerá

TEXTO: JOSÉ ORLANDO DA SILVA

Um comentário:

  1. gostaria de saber mais sobre esse jogador, talvez possa ser meu pai

    ResponderExcluir