16 de outubro de 2013

Aspectos Culturais e Turísticos de Custódia


Custódia, como outros municípios do Sertão pernambucano, amplia seu leque de opções de lazer durante o período de chuvas. Nessa época, a bica do Engenho Lagoinha, cujas águas cristalinas brotam na Serra do Sabá, chega a transformar-se em deliciosas cachoeiras de até seis quedas, favorecendo os banhos e o embelezamento das paisagens. Não menos pródigos tornam-se a corredeira da Região de Cachoeira – onde os afloramentos rochosos passam a abrigar verdadeiras piscinas naturais – e o Açude Marrecas.


É interessante conhecer o distrito de Quitimbu, remanescente de quilombo, com sua Igreja de Santa Rita de Cássia (século XIX) e o Santuário de Nossa Senhora do Livramento – que, anualmente, no período de 25 de janeiro a 02 de fevereiro, é motivo de turismo religioso.



Outros atrativos do município são a fonte hidromineral da Fazenda Feliciano, os mirantes da Serra da Torre e do Cruzeiro a Indústria de Doces e Derivados de Tomate Tambaú (que, além de atender ao mercado nacional, exporta seus produtos para os outros países), a Igreja Matriz de São José, a atividade artesanal (com trabalhos em couro e cerâmica figurativa) e a feira popular, realizada às segundas-feiras.



Na culinária do município, além dos pratos típicos da região sertaneja, proliferam os doces, como o de leite em corte, a cocada da batata de umbu e o quebra-queixo.

Texto: Wilame Venâncio
Fotos: Flávia Epaminondas, Cristiano Jerônimo, Funcate e Paulo Peterson.

Um comentário:

  1. gente a cocada da batata de umbu é uma delícia, lá na minha terra natal( poço verde- SE) ela delícia é conhecida como cocada de bufú.

    ResponderExcluir